Em Citrial: uma história que parece duas - 1986
Portugal, nosso avozinho - 2000
O Mosquito qu´engoliu o boi - 2002

Paulo Nunes é paraense de Belém. Professor da Universidade da Amazônia, Belém, Pará; estuda autores da lusografia: africanos de língua portuguesa e os afropararenses, bem como a literatura brasileira de expressão amazônica. Seu trabalho deságua em 2 fontes: a literária e a didática. Entre os didáticos, destaca Texto e Pretexto, estudo de autores amazônicos, trabalho pioneiro voltado aos alunos do nível médio de ensino, em parceria com Josebel Akel Fares, Josse Fares e Rey Vinas, 1988/1992. Coautor de Do Texto ao Texto, fruto de projeto de regionalização de didáticos da SEUC-PA)Entre os textos literários, destacam-se: Banho de Chuva (Amazônia vídeo e livros), 5 edições, recebeu o selo Salas de Leitura/Bibliotecas Escolares do MEC. O mosquito qu'engoliu o boi, ilustrado por Emanuel Franco (Paka-Tatu editora), Baú de bem-querer (Paulinas, indicado ao Jabuti de ilustração, 2006). Ou: poemas não são linguagens (edição do autor, 2010). Tem textos vertidos para o inglês por James Bogan e Stefan Tobler.

Paulo Nunes participou, na década de 90, do projeto o Escritor na cidade da Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro; tem ensaios publicados em diversas revistas nacionais de literatura.

.
Paulo Nunes

pontedogalo@ig.com.br

Pedras de Encantaria - 2001
Fonemas de Alinhavo - 2001
Banho de Chuva - 2001
Página Inicial